Curso Avançado de Burnout na Medicina Veterinária


Descrição do Curso:


Descrição da Formação
Segundo investigações recentes, a taxa de suicídio entre médicos veterinários é 3,5 vezes mais alta do que o resto da população. Não raras vezes, estes profissionais apresentam taxas elevadas de sintomatologia depressiva e ansiosa, associadas a um elevado risco de burnout. O cansaço emocional deve-se, entre outros fatores, ao contacto próximo e constante com a morte, desde o sofrimento do animal ao sofrimento dos tutores que “fariam tudo para o salvar”. A raiva, a revolta, a tristeza e, por vezes, a responsabilização pela morte é direcionada para estes profissionais, os quais nem sempre dispõem de recursos emocionais, ou ajuda psicológica para gerir a sua própria dor. Desta forma, o Curso Avançado de Burnout na Medicina Veterinária: identificação e prevenção, através de estratégias de ensino dinâmicas e práticas, tem como objetivo providenciar ferramentas aos profissionais para uma intervenção precoce com os tutores de animais que se encontram próximos da morte ou que perderam a vida, como a comunicação de más notícias, a normalização dos sintomas precoces do luto e o facilitar dos pedidos de ajuda e consequente encaminhamento para a intervenção especializada no apoio ao luto. Simultaneamente, serão desenvolvidas estratégias de auto-cuidado e gestão emocional, reduzindo o risco de burnout e promovendo o bem-estar individual destes profissionais.

Objetivos Gerais

- Dotar os formandos de conhecimentos teóricos acerca do processo de luto pela perda de um animal de companhia e ferramentas práticas de comunicação em contexto de doença e morte dos animais. Tais conhecimentos visam não apenas dotar o profissional para gerir o desgaste inerente da profissão, mas também capacitá-lo na comunicação com clientes.

Objetivos Específicos

- Definir o conceito de burnout e aprender os principais sintomas associados a este fenómeno psicológico;
- Identificar sinais precoces de burnout;
- Compreender a importância do auto-cuidado;
- Apontar diferentes exemplos de rituais de auto-cuidado;
- Reconhecer a importância emocional, cognitiva e social dos animais para o ser humano, enquanto elementos facilitadores de maior empatia na relação profissional com os tutores dos animais;
- Identificar as necessidades que os animais satisfazem ao longo do ciclo da vida do ser humano;
- Distinguir os fatores de risco para patologia no processo de luto;
- Nomear rituais do luto e mecanismos de coping funcionais;
- Demonstrar competências de escuta ativa, comunicação empática e assertiva;
- Implementar estratégias de validação e normalização dos sintomas;
- Identificar no tutor sinais da necessidade de intervenção especializada e facilitar os consequentes pedidos de ajuda;
- Ajudar os colegas a reconhecer sinais de burnout e a fazer pedidos de ajuda.

Saiba mais em: s://www.institutocriap.com/formacao/curso-avancado-burnout-medicina-veterinaria


Contactos p/Informações e Inscrições:

contactos@criap.com