Formação Avançada Pós-Universitária em Dependências Químicas


Descrição do Curso:

1. DESTINATÁRIOS
Profissionais das áreas de Saúde, Psicologia, Serviço Social, Educação Social, Psicopedagogia, Ensino, Estudantes Finalistas e outros interessados de áreas relacionadas com o fenómeno das dependências químicas.

2. OBJECTIVOS
Dotar os formandos dos conhecimentos necessários ao diagnóstico, classificação, avaliação e tratamento das dependências químicas:
1.1) Apresentação do tema da dependência de substâncias psicoactivas;
1.2) Definição de dependência química, características e comorbidades associadas;
1.3) Compreensão das áreas farmacológicas, fisiopatológicas e neurobiológicas das dependências químicas;
1.4) Discussão das modalidades de tratamento.

5. PLANO CURRICULAR


Módulo 1: Enquadramento histórico e sócio-cultural das dependências químicas (10 horas)


Enquadramento histórico e sócio-cultural, das dependências químicas

Difusão das Drogas

Módulo 2: Uso, abuso e dependência (5 horas)

Uso e Abuso
O consumo experimental Dependência
O consumo casual ou ocasional
O consumo regular
O consumo elevado ou compulsivo
Saliência do consumo
Estreitamento do repertório
Reinstalação da síndrome de dependência
Critérios de Gravidade da Dependência
Análise de dois exemplos clínicos
Abstinência e alívio dos seus sintomas
Vídeos de consolidação dos conhecimentos

Módulo 3: Classificação das principais substâncias psicoativas (25 horas)

Introdução
Classificação das substâncias/drogas psicoativas
Classificação quanto à sua origem
Classificação quanto aos efeitos farmacológicos ao nível do SNC
Classificação quanto ao potencial de uso nocivo e utilidade clínica
Classificação quanto ao status legal das substâncias
Consequências prejudiciais do consumo de substâncias psicoativas
Mecanismos de ação das substâncias psicoativas
Análise das principais substâncias psicoativas
O álcool
As anfetaminas
A Cocaína e Crack
A Nicotina
Opiáceos ou opióides
Os anabolizantes
Canabinóides
Sedativos e Hipnóticos
Solventes voláteis
Alucinogénios


Módulo 4: Farmacologia/ fisiopatologia das substâncias psicoativas (30 horas)

Análise das principais substâncias psicoativas
O álcool
As anfetaminas
A Cocaína e Crack
A Nicotina
Opiáceos ou opióides
Os anabolizantes
Canabinóides
Sedativos e Hipnóticos
Solventes voláteis
Alucinogénios

Módulo 5: Neurobiologia das dependências químicas (15 horas)

Conceitos básicos de neuroanatomia e neurofisiológica: Funções cognitivas
Aspetos neuroanatómicos
Aspetos neurofisiológicos
Os Neurotransmissores
Estrutura neuro-emocional do sujeito toxicodependente
Algumas reflexões
Resultados importantes de estudos
Neurotransmissores vs toxicodependência
Neurobiologia da ação das substâncias psicoativas


Módulo 6: Aspetos psicossociais das dependências químicas (15 horas)

Toxicodependência: aspetos psicossociais da atualidade
Considerações relevantes de estudos recentes
Estilo de vida na concetualização do uso e abuso de substâncias psicoativas
Os locais de consumo atuais na sociedade
Consumos problemáticos atuais na sociedade
Consumos funcionais atuais na sociedade
Promotores psicossociais atuais dos “consumos funcionais” ou “não problemáticos”
Conceções de risco dos consumidores
Auto-controlo dos consumidores
Cuidados que os consumidores adotam para gerir e regular a utilização de substâncias psicoativas
Carreira de uso de substâncias psicoativas

Módulo 7: Aspetos éticos e legais no âmbito das dependências químicas (10 horas)

Uma abordagem da política criminal em matéria de dependências químicas
Politica Criminal no Combate à Droga em Portugal
Reflexão sobre os aspetos a considerar para uma Politica criminal eficaz
A Politica Criminal Portuguesa em matérias de substâncias psicoativas a partir de 1998
As medidas adotadas implementadas na política criminal Portuguesa em matéria de substância psicoativas a partir de 1998
Cooperação Internacional
Legislação relevante

Módulo 8: Intervenção/tratamento no âmbito das dependências químicas (30 horas)

Modelos de tratamento
Abordagem interdisciplinar
Comunidade terapêutica
Grupos de mútua-ajuda
Psiquiátrico e farmacológico
Terapia cognitivo-comportamental e prevenção de recaídas
Grupos em sala de espera (Hospitais, USF`s, etc…)

Módulo 9: Prevenção no âmbito das dependências químicas (20 horas)

Abordagem concetual
As drogas e os seus efeitos
Sinais de alerta
O papel do mediador na prevenção
Mediação vs Prevenção
Escolher o caminho do diálogo
Dinâmicas de grupo – Jogos interativos Ação-Reflexão
Promoção das Relações Interpessoais
Comunicação, Desenvolvimento e Reflexão
Desenvolvimento e Cooperação
Promoção da Saúde – O papel da Escola e da Comunidade Educativa
Tabaco e Saúde
Problemas ligados ao Consumo de Bebidas Alcoólicas
Prevenção do Consumo de Substâncias Psicoativas

Módulo 10: Projeto final (60 horas)

4. CERTIFICADO
No final da formação os formandos aprovados receberão 2 Certificados:

•Certificado emitido pela Cognos, que descreve detalhadamente os objetivos gerais, conhecimentos e competências adquiridas, plano curricular, avaliação obtida e metodologia de avaliação;

•Certificado de Formação Profissional emitido através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) coordenado pelo GEPE-Ministério da Educação e Ciência, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho.

O Certificado de Formação Profissional de Formação Avançada é emitido sempre que os formandos atinjam uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores. A emissão é realizada através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) coordenado pelo GEPE-Ministério da Educação e Ciência, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho.

O certificado emitido é válido para a obtenção de créditos (ECTS), na candidatura a um Mestrado ou Doutoramento, ao abrigo do Tratado de Bolonha. Nos termos do disposto no artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, retificado pela Declaração de Retificação n.º 81/2009, de 27 de outubro, e Decreto Lei n.º 115/2013, de 7 de agosto, com republicação, tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico (Mestrado ou Doutoramento), os estabelecimentos de ensino superior poderão creditar ECTS de acordo com o regulamento de creditação de formação, vigente em cada instituição de ensino superior.

O certificado emitido pode também ser considerado para efeitos de valorização da candidatura num concurso público ou privado, de acordo com o regulamento específico do concurso.

Contactos p/Informações e Inscrições:
INSCRIÇÕES ABERTAS
Entidade Formadora Certificada pela DGERT

Cognos Formação e Desenvolvimento Pessoal
Site: www.cognos.pt
Telefone: 220965669 ou 910415337
Em qualquer parte em formato e-Learning

Para informação sobre o preço por favor contatar a entidade formadora.